Um novo consumidor

Postado em 06 de jul de 2012

O conceito de público alvo é um dos mais utilizados pelos profissionais de marketing. Embora seja verdade que a escolha do target para determinado produto utilize  cada vez mais sofisticados métodos de segmentação, também é verdade que o perfil etário continua sendo tão frequente quanto eficaz.  Prova disso é a descoberta e orientação de foco para o mais novo consumidor: o público maduro.

Sim, chamemos de idosos, terceira idade, ou maduros, como preferimos aqui, o fato é que esse segmento finalmente parece estar despertando o interesse das empresas. Não era sem tempo, já que muito antes, homens, crianças, jovens e mulheres já tinham sido incorporados como segmentos específicos com características distintas e peculiaridades. E, naturalmente, com necessidades particulares.

Como até pouco tempo eles tinham uma representatividade numérica pouco relevante, os maduros eram praticamente alijados dos radares das empresas e postos a margem das políticas públicas. Consequência disso é que construímos um mundo no qual eles têm uma natural dificuldade de inserção. Os produtos bem como serviços não foram pensados para eles, salvo raras exceções.

Dadas as limitações, sobretudo daqueles com idade mais avançada, temos que as ocasiões de consumo também acabam se tornando um desafio para eles, obrigados a lidar muitas vezes com ambientes hostis, produtos inadequados e principalmente, pessoas que acabam não lhes dedicando a atenção e cuidados necessários.

Assim, mais do que  adaptar os corredores e prateleiras de supermercados, produtos e todo repertório de serviços, antes precisamos compreender que esse novo consumidor tem características que deveremos respeitar e necessidades a serem atendidas. A partir desse entendimento é que o mercado estará preparado para atender satisfatoriamente esse público.

Roni Ribeiro